Triathlon: 7 dicas para evitar erros de nutrição antes de competir

Aumentar o consumo de carboidratos e proteínas, além de repor sais minerais são algumas medidas importantes. Saiba mais:

Parece fácil, mas alimentar-se de forma correta antes de uma competição que exige muito esforço físico como as modalidades que definem o triathlon - natação, pedalada e corrida, em uma única prova - ainda gera dúvidas. Para entrar na estatística e fazer parte dos cerca de 1 milhão de competidores em todo o mundo - sendo pelo menos 25 mil apenas no Brasil, de acordo com dados da confederação Brasileira do esporte - é preciso muito treino e preparação. E, é claro, seguir uma dieta correta.

Por isso, a nutricionista esportiva Paula Hertel destaca que é de extrema importância que cada atleta tenha acompanhamento nutricional personalizado. Fatores como intensidade do treino, tempo de digestão, taxa de sudorese, entre outras especificações são levadas em conta. Manter uma boa performance durante a competição dependerá, acima de tudo, da boa forma física e alimentação adequada:

- Invista em carboidratos e proteínas
O gasto energético de um atleta em treinamento e em provas de alta intensidade é muito alto. Por isso, ingerir carboidrato como fonte de energia, além de proteína para preservar a massa muscular em refeições que antecedem a prova, fará toda a diferença.

- Capriche no café da manhã
O café da manhã no dia da prova deve ser reforçado, incluindo alimentos ricos em carboidrato e proteína.

- Evite a ingestão de aveia e fibras
Estes tipos de alimentos são conhecidos por facilitar o trato intestinal, o que não é indicado antes das competições.

- Não ingira alimentos que não esteja acostumado a consumir
Alimentos diferentes podem causar reações adversas no organismo. É melhor não arriscar.

- Mantenha a nutrição durante a prova
É essencial que, em intervalos regulares, os atletas ingiram carboidratos e proteínas para repor a energia. Muitas pessoas optam por suplementos, os conhecidos géis. Mas há também quem prefira comer alimentos sólidos. É liberado.

- Reponha os sais minerais
Com o excesso de sudorese, os atletas precisam repor sais minerais como sódio e potássio. Para isso, o indicado é o consumo de bebidas isotônicas durante todas as etapas da prova.

- Beba água
O atleta precisa se hidratar antes, durante e depois da prova. Ainda nos treinos, é possível calcular a taxa de sudorese e, a partir daí, saber o quanto de água é necessário repor. O recomendado é que o volume de líquido seja intervalado e não passe de 200 ml por vez.

Fonte: Paula Hertel - nutricionista esportiva.